sábado, 24 de setembro de 2011

Clássico em notas

1. Como muitas outras coisas, este clássico já não é o que era. A emoção foi quase nula e estou em crer que o facto das equipas não terem portugueses, é um "pormaior". No fundo quase que não há rivalidade entre os jogadores.

2. Estas são consideradas as 2 equipas mais fortes desta edição da Liga Portuguesa. Este facto por si só diz muito do fraco futebol português. E relembra-me porque deixei de acompanhar estes jogos como dantes o fazia.

3. O Cardozo tem um vasto currículum de agressões, mas desta feita não vejo nada de especial no lance que os portistas reclamam. O Fucile tem tanto de bom jogador como de fiteiro. "Nel culo?" Ó Fucile pelo menos escondias o sorriso pá!

4. O Vítor Pereria, com as substituições que fez, dá-me mais argumentos para achar que está, ainda, muito verde para ocupar o cargo de Treinador de um clube de dimensão europeia como é o FC Porto.

5. Jorge Jesus, assumindo que o empate é bom, acaba por demonstrar que acreditava pouco numa vitória no dragão. Eu pergunto, se não é agora que o Benfica se impõem, quando se nota as dificuldades deste FCP, quando será? E já agora aquelas palavras para o A. Pereira eram escusadas.

6. Hulk é de facto o melhor jogador da liga. mesmo a 20, 47% está a léguas de todos os outros.

2 comentários:

  1. ...vindo de um anti-benfiquista, não está muito mal...

    Piskas

    ResponderEliminar
  2. @Piskas?

    Como anti-benfiquista? Deve haver aí um engano.

    ResponderEliminar

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner