terça-feira, 3 de maio de 2011

Conflitos de gerações

Dissertando sobre conflitos de gerações, o médico inglês Ronald Gibson começou uma conferência citando quatro frases:


1. “A nossa juventude adora o luxo, é mal-educada, despreza a autoridade e não tem o menor respeito pelos mais velhos. Os nossos filhos hoje são verdadeiros tiranos. Eles não se levantam quando uma pessoa idosa entra, respondem aos pais e são simplesmente maus.”

2. “Não tenho mais nenhuma esperança no futuro do nosso país se a juventude de hoje tomar o poder amanhã, porque esta juventude é insuportável, desenfreada, simplesmente horrível.”

3. “O nosso mundo atingiu o seu ponto crítico. Os filhos não ouvem mais os pais. O fim do mundo não pode estar muito longe.”

4. “Esta juventude está estragada até ao fundo do coração. Os jovens são maus e preguiçosos. Eles nunca serão como a juventude de antigamente… A juventude de hoje não será capaz de manter a nossa cultura.”

Após ter lido as quatro citações, ficou muito satisfeito com a aprovação que os espectadores davam às frases.

Então, revelou a origem delas:

- a primeira é de Sócrates (470-399 a.C.)

- a segunda é de Hesíodo (720 a.C.)

- a terceira é de um sacerdote do ano 2000 a.C.

- a quarta estava escrita em um vaso de argila descoberto nas ruínas da Babilónia e tem mais de 4000 anos de existência.

Fantástico!! Não mudou nada!!

1 comentário:

  1. Estimado e grande DUX ...
    É verdade, ainda assim. Não achas? Ao mesmo tempo "não mudou nada" como dizes, mas ... mudou. Eu vejo isso, todos os dias. Sabes que uma das razões para que eu valorize o papel da Igreja no nosso mundo é que apesar de todas as concepções que existem sobre "sociedades mais perfeitas do que outras", os países latinos são donos de uma "arma" muito poderosa: conservadorismo.
    Exemplo:
    Eu, tu, nós, há coisas que para nós são perfeitamente sabidas desde pequenos: é-nos incutido algum espírito de temor, medo. Em relação à autoridade dos pais, forma como se vê alguém mais velho, os nossos comportamentos na escola por exemplo, em relação aos nossos professores. Aparente respeito pela autoridade acima. Eu "gozo" muito com assuntos de Deus por exemplo, mas entendes o que quero dizer? Se estiver uma figura católica à tua frente não gozas, claro. Ou se entrares numa Igreja, fazes pouco barulho. Esta aparência conta muito, e contribui para um certo nível de comedimento que existe em Portugal, Espanha, Itália e outros.
    Eu não vejo isso, DUX. Vejo miudos a comerem e a aporcalharem os autocarros, o metro, vejo-os a falar muito alto na rua, vejo miudas de 15 anos vestidas e pintadas como se tivessem 20, vejo muitas miudas de 16 anos a empurrar carrinho de bebé (Inglaterra é o país da Europa com maior taxa de gravidez na adolescência), vejo muita má-educação e muito desrespeito. Muita estupidez e limitação, pouca capacidade.
    Em Portugal não se vê isso, numa escala tão grande, porque apesar de tudo o temor, a repressão, as regras e normas, contribuem para uma qualquer valorização pessoal ...

    Por incrível que pareça, um adolescente Português (não obstante revelar muitas limitações e pouca capacidade comparativamente a outros adolescentes Portugueses de gerações passadas), hoje, hoje ... esse adolescente tem muito mais cultura geral do que um adolescente Inglês, por exemplo. As universidades aqui, 85% delas são ocupadas por estrangeiros. Os Ingleses não estudam. As mulheres têm filhos, e os homens têm profissões não-escoladas. É por isso, em grande escala, que os Ingleses são um povo tipicamente duro, bruto, com poucas maneiras. Mas se até há 15 anos tudo isso não produzia más pessoas, hoje produz, porque ao contrário de outros tempos hoje não se estuda mas ... também não se trabalha. Joga-se computador, passa-se o dia com comportamentos de atrasados mentais sem nada na cabeça, não se faz nenhum e não se ocupa o espírito com nada.

    É por isso, que eu sou um fã de algumas sociedades Asiáticas. Lá, sem a Igreja mas com muito conservadorismo, vão-se produzindo gerações de gente capaz, decente, respeitosa. E isso vê-se pouco noutros lados.

    Abraço forte.

    PS, este comentário é pouco pensado e estão aí muitas coisas incorrectas. Mas entendes a ideia geral ...

    ResponderEliminar

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner