quarta-feira, 20 de abril de 2011

João Moutinho, és mesmo pequeninho...

No post anterior falei de Moutinho, mas faltou algo na minha argumentação... Faltou paixão, faltou vontade de deitar cá para fora o que me ia na alma, faltou muita coisa, faltou, principalmente ser Sportinguista. Assim sendo, cá vai a posta de pescada bem esgalhada:

Caro João,
quem diria que, passado quase um ano da tua saída do Sporting, estaria a escrever-te. E o que me leva a escrever-te, perguntarás tu.
É coisa pouca, garanto-te. E fácil de resumir.

Desde que foste lançado na primeira equipa do Sporting, habituei-me a ler e a ouvir dizer que, em campo, compensavas em entrega e em carácter o facto de seres meia leca. Passei, também eu, a apreciar essas qualidades, enquanto te assumia como um dos símbolos do meu clube.
Saíste, da forma que saíste, e, ainda assim, tive imensa dificuldade em apontar-te o dedo.
Felizmente, no domingo, tiveste uma atitude que me ajudou a dissipar dúvidas: a forma como festejaste o segundo golo do Porto, correndo histericamente pelo campo como se tivesses conseguido vingar a tua honra, fez-te descer mais baixo do que uma maçã podre esborrachada no asfalto.
Não porque não tenhas direito a festejar os golos da tua nova equipa, antes porque revelaste uma pequenez de espírito que te torna incapaz de respeitar o clube e os adeptos que te ajudaram a crescer. Pouco (em todos os sentidos), está visto.

Na tua cabeça até podia pairar a figura do Bettencourt, do Costinha ou de quem tu quiseres, mas, para todos os efeitos, aquele teu histerismo foi um soco no Sportinguismo. Um soco cobarde, diria mesmo, depois de ter-te visto bem encolhidinho em Alvalade, na primeira volta e, agora, todo pimpão junto aos teus novos amigos.
Aproveito, assim, para dar-te os parabéns. Não por uma conquista desportiva, mas por teres conseguido entrar para a lista de pilas pequenas e caracter ainda mais curto, onde cabem outros artistas como o Palmilhas Martins ou o Pai da Mariana.


Gamado do Cacifo do Paulinho, possivelmente o melhor blog de bola português. 

2 comentários:

  1. caríssimo:

    tendo em conta o adiantado da hora a que escrevo estas palavras (a festa nos Aliados estava soberba!), peço encarecidamente: o último apaga a Luz, ok? obrigado! :)

    ps: Moutinho? um jogão!

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo I

    ResponderEliminar
  2. Miguel, parabéns por mais uma vitória categórica - isto já parece sina, vocês ganharem sempre :)

    Moutinho? Sim, ok. Mas como sabes as minhas críticas são, principalmente, à forma como ele forçou a sua saída do Sporting. Ou seja, é mais de carácter.

    Mas sim, jogou bem, muito bem. Mas convenhamos que os jogadores encarnados também estavam todos "borradinhos" de medo.

    Até o Sporting deu mais luta ao Porto.

    ResponderEliminar

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner