quarta-feira, 21 de março de 2012

Obviamente, sou contra

Parece que vazaram na net informações pessoais dos árbitros de futebol. Os números de telefone, as moradas, números de contribuinte, do bilhete de identidade e de identificação bancária, vulgo NIB, enfim, tudo o que não deveríamosade saber. 

Não é que eu, no final do jogo Gil Vicente x Sporting CP, não tenha tido vontade de dar duas lambadas correctivas ao Burro Paixão, acho que isso qualquer Sportinguista teve vontade, mas daí até se tornar público a informação que permite a qualquer desmiolado fazer algo de grave, vai uma grande distância.

Sim, os árbitros são uns biltres, mas deixem as autoridades competentes tratarem do assunto ok? E não, não vou linkar essa página, por uma questão de respeito a mim próprio mas também porque:
«De acordo com a Polícia Judiciária e a lei portuguesa, a divulgação de dados pessoais sem autorização – como é neste caso – é considerada crime e pode ser punida com uma pena de prisão de até oito anos. A publicidade dos mesmos na Internet ou em qualquer outro local também é punida.»

4 comentários:

  1. O Sporting que se cuide com este tipo de lances:
    Vê aqui


    http://tascadepalmeira.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tasqueiro,

      Tácticas sujas. A sério?

      http://tascadepalmeira.blogspot.pt/2012/03/as-imagens-que-provam-que-o-jesus-e.html

      Eliminar
  2. É com agrado que vejo um sportinguista, ainda que desagradado com o trabalho dos árbitros como tem que estar, defender a privacidade das pessoas, porque por muito que nos custe a acreditar são pessoas.

    Uns tens problemas de visão, outros problemas de competência e outros problemas morais, enfim pessoas...

    Sou há muito um defensor da responsabilização dos árbitros pelo seu trabalho, mas tal implica a sua profissionalização, o que iria com toda a certeza garantir, pelo menos que se apresentassem em tão boa condição física como os árbitros ingleses e isso iria revelar-se de alguma forma na sua capacidade de trabalho.

    No entanto, desempenhando por vezes funções arbitrais noutro tipo de jogo (Poker) sei o quão difícil é por vezes ter que decidir, e bem acima de tudo, num espaço de segundos tão reduzidos.

    É por isso que aceito aqueles foras de jogo tirados ou não assinalados incorrectamente que nós detectamos apenas ao milímetro na televisão, mas nunca poderei aceitar erros técnicos como aqueles que o Benfica sofreu na Luz há três semanas. Sei que uma coisa é a dificuldade de análise pelo reduzido espaço de tempo, outra é a clara falta de preparação para arbitrar, e ao contrário do que diz o presidente dos árbitros, que é sportinguista relembremos, estes não dão o litro, porque... não o podem dar.

    Senão vejamos:
    Final da Champions: Quanto está em causa? Milhões. Quanto recebem os árbitros? Mil, dois mil euros quanto muito.

    Sinceramente, quem toma este tipo de decisões e ganha apenas este dinheiro não pode claramente dedicar-se a 100% a esta profissão. Depois, a falta de profissionais implica uma desorganização de critérios. Não há um trabalho ao longo da época em que os árbitros treinem regularmente a sua capacidade física nem as suas aptidões técnicas ao longo da semana porque têm normalmente outro trabalho. Concluindo, não podemos esperar que os árbitros não se deixem corromper e coagir por certas palavras e certas ameaças dado que maior parte deles faz lembrar actualmente as professoras solteironas de quarenta anos à frente dos pais demasiado protectores. Tremem com o cartão amarelo e vermelho no braço.

    Epá, e agora isto?
    Estamos à espera do quê? Que os árbitros não façam mais porcaria quando toda a gente sabe onde eles vivem? Maravilhoso o medo de prejudicar uma equipa e saber que muito provavelmente a família destes pode ser alvo de um ataque dos bandidos das claques que vivem para provocar anarquia.

    Estamos à espera do quê agora?
    E depois, o que é lindo é que todos são do Benfica, o que dá azo valentemente a ver donde vieram estes piratas. Alguém acredita, racionalmente que só são árbitros aqueles que são do Benfica?

    Francisco Fernandes, benfiquista fervoroso durante os jogos, mas racional fora deles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Francisco,

      Uma coisa importante. És Benfiquista mas antes demais aprecias o desporto Futebol. Gosto de adeptos assim, independentemente da sua cor. As vezes a malta pica-se um pouco, mas isso faz parte da magia do futebol, o importante é saber o limite.

      O limite aqui é claro. Não é pelo facto de eu achar que a grande maioria dos árbitros anda a fazer serviços para alguém que eu defendo a sua perseguição. Pelo contrário, o que me distingue desses personagens é o meu carácter, e esse não está à venda, nem para o Sporting.

      O teu comentário é excelente, lúcido e toca nuns pontos onde estaríamos dias a falar.

      a) Profissionalização dos árbitros? Falas no tempo de dedicação e preparação para os jogos, nisso concordo. Há quem acrescente outro factor: o monetário. Penso já ter desmistificado esse mito, os árbitros que já ganham imenso [http://bancadadeimprensa.blogspot.pt/2012/03/afinal-quanto-ganha-um-arbitro-de.html]. É mesmo uma questão moral Francisco, se ganharem 6mil e lhe oferecerem mais 200€ os tipos aceitam e vendem-se, não tenhas dúvidas. Vês isso na política também, mas desses é melhor nem falar ou estávamos aqui meses...

      b) O Vítor Pereira (O presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol) é Sportinguista? ninguém diria, deve ser como o Calheiros, lembras-te? :D
      Mas concordo, há erros e "erros". Eu compreendo uns e outros. Dás um exemplo de um jogo do Benfica, eu dou um do Sporting. este último com o Gil Vicente. Bruno Paixão não teve dúvidas em assinalar 2 penaltys num curto espaço de tempo. em nenhum momento consultou os auxiliares. O que é estranho, não achas? Na televisão podemos ver que J. Pereira possivelmente toca com a mão na bola, mas do lugar onde Bruno Paixão se encontra é impossível ver. Está o jogador do Gil e o J. Pereira a tapar a visão.

      Estes são os "erros". E a malta que, como eu, anda há muito nisto consegue distinguir muito bem as coisas.

      c) sobre a colocação dos dados dos tipos, já me pronunciei, mas acrescento, é uma forma, também, de a poucas jornadas do fim do campeonato, se pressionar ainda mais estes débeis árbitros...

      d) Uma pergunta. Para quê que existe uma base de dados com elementos tão pessoais dos árbitros? [tenho um post agendado para hoje à noite sobre este tema, dá uma vista de olhos]

      Francisco, vai aparecendo. Se tiveres tempo dá uma vista de olhos nos outros artigos aqui escritos.

      PS: árbitro de poker, hummm interessante. Se tiveres algum blog diz, se não tiveres e quiseres escrever umas coisas eu abro as portas da Bancada de Imprensa para ti.

      abr@ço!

      Eliminar

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner