terça-feira, 19 de outubro de 2010

Delegado da Liga ao jogo Benfica vs Nacional suspenso por 18 meses

O post que se segue deveria ser discutido, com elevação, para de uma vez por todas se inicie o processo de reestruturação de todo o futebol português.

Factos gravíssimos e praticamente omitidos pela comunicação social

O facto deste acto ilícito ter passado praticamente despercebido à opinião pública, é sintomático do estado deplorável em que se encontra a independência da comunicação social desportiva.

" Delegado falsifica relatório do Benfica - Nacional

Delegado Da Liga Apanha 18 Meses De Suspensão

Passados quase nove meses sobre as polémicas ocorrências no final do Benfica-Nacional – relativo à 12ª jornada da Liga Sagres 2008/09 -, a Comissão Disciplinar (CD) da Liga decidiu suspender por 18 meses o delegado João Pedro Simões Dias por adulteração intencional no relatório da existência de comportamentos injuriosos por parte do capitão dos encarnados, Nuno Gomes – e também do assessor jurídico Paulo Gonçalves -, já no túnel de acesso aos balneários do Estádio da Luz, indo assim contra a equipa de arbitragem liderada por Pedro Henriques (autor da participação que conduziu ao processo de inquérito, instaurado em Janeiro de 2009). A fúria dos benfiquistas, lembre-se, foi desencadeada pelo facto de o juiz de Lisboa ter invalidado um golo a Cardozo – por pretensa mão na bola de Miguel Vítor – já nos derradeiros instantes da partida, que acabaria empatada a zero. A decisão da CD chega, no entanto, numa altura em que João Pedro Simões Dias já deixou de exercer as funções de delegado.
Com base no artigo 151º do Regulamento Disciplinar, o ilícito de falsificação de relatório é punível com a exclusão do quadro das competições profissionais por um período de um a cinco anos. Em face da moldura penal, o castigo aplicado até nem foi muito pesado. João Simões Dias foi punido pela prestação de “declarações ou informações falsas” no relatório das ocorrências de jogo, ilícito disciplinar que acontece quando, em relação à pergunta “Algum agente desportivo teve grave comportamento incorrecto para com a equipa de arbitragem?”, o delegado declara que “não se presenciaram graves comportamentos incorrectos por parte de qualquer agente desportivo” e depois fica demonstrado que o mesmo delegado presenciou, junto da equipa de arbitragem, os factos – disciplinarmente graves – referidos pelo árbitro no seu relatório de jogo, e ainda que os comportamentos injuriosos lhe foram comunicados.
Fundamentais para a demonstração do ilícito foram os meios de prova em direito admitidos, em especial a prova videográfica constante das imagens captadas pelas câmaras do sistema interno de videovigilância existentes no túnel da Luz, sendo esta apreciada de forma conjugada com a prova testemunhal produzida.
As imagens em causa, só foram enviadas dois meses depois de pedidas (a 23 de Março), mas dentro do prazo legal. Outro factor que influenciou o retardar da decisão foi o Benfica ter recorrido para o Conselho de Justiça (CJ) dos dois jogos de castigo – e mil euros de multa – aplicados a Nuno Gomes com base no relatório do árbitro Pedro Henriques, que, depois de injuriado, deu o capitão do Benfica como expulso. A CD suspendeu o processo em Março e só o retomou a 19 de Junho, quando foi notificada da deliberação do CJ, que confirmou o castigo a Nuno Gomes. Seis meses depois de ter sido instaurado, o processo de inquérito foi concluído, abrindo-se a 22 de Junho o processo disciplinar visando João Pedro Simões Dias, que a 6 de Julho foi notificado da acusação."

Uma vez mais o túnel da Luz apresenta-se como autêntico túnel dos horrores.

Fonte: O anti-lampião neste post (link)

9 comentários:

  1. O futebol português necessita de ser reestruturado. A começar pelos dirigentes, que neste momento são o principal causador do estado do mesmo!

    ResponderEliminar
  2. E eles a dar-lhe. Este jogo refere-se à época de 2008/2009 e será por causa duma discussão depois dum roubo descarado que o túnel da Luz passa a ser o que vocês querem que seja?
    Vamos ser sérios.
    Porque não falou das escutas? É um facto bem mais recente e grave!

    ResponderEliminar
  3. @LSM: tem toda a razão, mas é algo que duvide que algum dia aconteça com estes dirigentes deesportivos.

    @Manuel Oliveira: Está confundido, este facto relatado é mais recente do que as escutas. Ambos são graves e deveriam ser investigados. Dois dos principais clubes nacionais, O FCP e o SLB, são invariavelmente alvo de notícias desprestigiosas. A batota no futebol deveria ser irradicada e se isso implicasse a descida de divisão destes dois clubes, não deveríamos hesitar. Veja o que aconteceu em Itália com a Juventus, uma equipa bem mais poderosa do que as citadas portuguesas, mas nem por isso se livrou da justiça.

    ResponderEliminar
  4. Então Manuel, lê a notícia pá. «Benfica-Nacional – relativo à 12ª jornada da Liga Sagres 2008/09»

    Mas concordo contigo, as escutas são muito graves, e os clubes envolvidos e os seus intervenientes apanhados a escolher árbitros (no caso FC Porto e SL Benfica, mas eu acho que devem ser mais...) deveriam ser castigados exemplarmente!

    ResponderEliminar
  5. Essa notícia não tem nada de novo. Pedi para me esclareceres porque davas a entender que seria algo de novo.
    Essa notícia foi publicada e comentada há muitos meses, o árbitro Pedro Henriques "roubou" um golo limpo ao Benfica e o Nuno Gomes foi castigado pela expulsão, que resulta duma reclamação por uma injustiça que o árbitro cometeu. Ou seja, o árbitro prejudicou o Benfica duas vezes. Em campo, anulando um golo e fora, expulsando o capitão.
    Quanto ao delegado da Liga, foi punido e muito bem!
    O que pretendes mais?
    Quanto às escutas, querer meter o Porto e o Benfica no mesmo saco só pode ser má-fé!

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  6. O Manuel com esse comentário quase que personifica o tradicional adepto português. Escutas do adversário a escolher árbitros é corrupção, do nosso clube assobia-se para o lado. Ou à moralidade ou então não vamos lá.

    ResponderEliminar
  7. Dux, agora desiludes-me um pouco. Sinceramente. Vi este comentário ali do lado e vim cá ver o que se tratava. Quando, por favor, por respeito à moralidade, quando é que o Benfica foi apanhado nas escutas. Por favor? Sê lá honesto! E não fales do caso do Belenenses, pois o próprio presidente à data, Cabral Ferreira, disse que era prática comum e também tinha participado da escolha, comum, ou melhor, concordante, a três, o presidente da Liga, Valentim, e os dois presidentes dos clubes do jogo, neste caso estes três, na outra meia Valentim e PdC e outro, que não me lembro contra quem o Porto ganhou para lá chegar. Se isso fosse verdade, sinceramente, achas que o Benfica fazia das escutas um caso tão grave que pudesse ser puxado para ele também? E mais, a escolha, repito, foi a três, sendo que o Benfica recusou os árbitros oferecidos, pois estavam conotados como «portistas». O presidente do Belenenses concordou com o árbitro do jogo. E do jogo não há nada a dizer, ainda por cima, ao passo do que o que se passou com o Porto implica sempre favorecimento. Querer meter o Benfica no saco do Porto é indecente e imoral, desculpa lá, Dux...

    Abraço

    Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

    Bimbosfera.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Márcio, a mim parece-me imoral escolher árbitros. Mesmo que seja a 3, como o caso que relatas. Onde está a independência dos órgãos tutelares? Serão eles então dispensáveis? Poderíamos chegar, por absurdo, a uma situação em que os presidentes dos clubes escolhiam, em concordância, os árbitros para os seus jogos. Estás bem a ver a potencialidade de actos corruptos que podem daí derivar? É essa a moralidade que eu falei. Agora se me perguntares o que é mais grave nestas escutas eu digo-te de imediato que o FCP fica com a sua honra manchada. O mais estúpido disto tudo é que eu considero que eles nem precisavam de nada para vencer as competições, tal era a qualidade das suas equipas em comparação com os rivais. Mas o que é certo é que os factos ocorreram, mesmo que nos tribunais quase nada se tenha provado. Como adepto de futebol lamento, e se fosse adepto do FCP sentir-me-ia envergonhado.

    ResponderEliminar

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner