segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Quo vadis Sporting?

Cumprida que está a 7ª jornada da Liga Zon-Sagres 2010/2011 o Sporting Clube de Portugal encontra-se na modesta 10ª posição com somente 9 pontos conquistados. O Sporting vai no 4º jogo consecutivo sem vencer, para a Liga, e o título neste momento começa a ser uma miragem. 
O público pediu e Paulo Sérgio assentiu: repetiu o onze que tão bem conta tinha dado de si no jogo para a Liga Europa contra o Levski de Sofia. A equipa leonina começou bem o jogo, pela batuta de Zapater e Postiga (quem diria?) e entre os 12' e os 23' teve 3 oportunidades de golo claras, mas não concretizadas devido a excelentes intervenções de Rui Rêgo.  Seria o Beira-Mar a conseguir adiantar-se no marcador aos 37' por Renan, numa falha, mais uma, de Rui Patrício. Na resposta João Pereira restabelece a igualdade, muito justamente. Até ao intervalo o Sporting joga bem, com uma dinâmica interessante entre os diversos sectores e com a sensação que a vitória está ao seu perfeito alcance.
O jogo recomeça e o filme da 1ª parte repete-se. Os Leões com fome de golos mas incrivelmente esbanjador. Postiga, Vukcevic, Salomão e Saleiro bem tentaram mas foram incapazes de transpor o guarda-redes adversário, que terá feito o jogo da sua vida. O final do jogo aproxima-se e aos 88' Postiga cai na área, ao disputar a bola com Hugo, mas o árbitro nada assinala. Fica a dúvida. Os últimos 5 minutos da partida foram atípicos, com o Sporting completamente balanceado no ataque o Beira-Mar desfruta de dois lances em que poderia ter chegado à vitória. Seria injusto, é certo, mas poderia acelerar um processo que se avizinha incontornável.
Neste momento muito Sportinguistas provavelmente estarão a parafrasear o Presidente Bayern de Munique, o sempre polémico, Karl-Heinz Rummenigge, que admitiu hoje, de forma crua que o seu clube está "atolado na merda"! 

3 comentários:

  1. Boa crónica, séria e realista.

    Pareceu-me que o SCP merecia a vitória, mas hoje de facto teve azar misturado com alguma aselhice. O futebol continua a não ser nada do outro mundo, mas hoje até ficou a ideia de ter estado melhor do que vinha apresentando no que à qualidade do seu jogo diz respeito. Quanto aos últimos 10 minutos do jogo, foi uma equipa completamente perdida, descontrolada e desesperada, naquele momento já não havia razão no seu futebol, apenas havia a vontade cega e perigosa do coração. Contra outro tipo de equipa (não tirando mérito ao BM que lutou e nem jogou mal) podia ter sido mortífero. Um adversário mais forte tinha feito 2 ou 3 golos nesses minutos. Não é grave, mas se pensarmos que o resultado era, apesar de tudo, um empate, pode-se dizer que o SCP deu muitas chances de ficar com 0 pontos e oferecer de bandeja os 3 ao adversário. Foi assustador o fim do jogo, ainda bem que não sou sportinguista.

    Quanto ao 11 que goleou uns quaisquer gajos com dificuldade em fazer 4 passes, que eu tinha dito notar-se serem fracos, quanto a mim foi um erro. O BM apesar de tudo é sempre uma deslocação difícil, Paulo Sérgio devia ter metido os "habituais" titulares, mas isto é apenas a minha opinião que até sou benfiquista.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. @Berrante. Hoje por hoje não sei, nem ninguém sabe, qual o onze habitual. O que aconteceu no final de jogo é só um sinal que é habitual aparecer nas equipas completamente à deriva e vão tentar o tudo por tudo... se calhar faltava o pinheiro, sabe-se lá! Não concordo quando dizes uns «quaisquer gajos com dificuldade em fazer 4 passes» Eles são líderes do campeonato búlgaro, não exageres!

    ResponderEliminar
  3. Ok, sou capaz de ter exagerado, mas eram mais fracos que muitas equipas portuguesas, pelo menos pareceu-me.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner