terça-feira, 12 de outubro de 2010

Paulo, não tem nada que saber... logo é assim (12.10.2010)

Os jornais da especialidade desportiva anunciam a repetição do onze que jogou, e muito bem, contra a Dinamarca. O mais provável é isso mesmo acontecer, embora eu discorde. Este seria o meu onze: 
GR: Eduardo
Defesas: J. Pereira, Bruno ALves, Ricardo Carvalho e Sílvio
Médios: Pepe, R. Meireles e J. Moutinho
Avançados: Nani, C. Ronaldo e H. Almeida 
Na defesa vamos necessitar de mais músculo e maior equilíbrio daí a saída do excelente F. Coentrão e a entrada de Sílvio, mais possante equilibrado nos duelos individuais.
No meio-campo esse desiderato é alcançado com a subida de Pepe e saída de C. Martins do onze inicial. Carlos Martins, que tem estado em grande no seu clube, mas que demonstra ainda uma natural inadaptação a outra realidade, como aqui expliquei, tem um carácter volátil que nos poderá render um amargo de boca nos duelos individuais. E eles vão existir. Muitos, porque é a forma de jogar dos Islandeses.
Os avançados de momento são intocáveis, e a ausência de Liedson veio colocar mais uma vez a nú a debilidade crónica por nós apresentada na posição de ponta-de-lança.
Um factor a ter em conta, e que me levou a elaborar o onze mencionado, e que não deve ser menosprezado, é compleição física do adversário e o estado do relvado. 
No entanto seja qual for o onze e em condições normais a vitória estará do nosso lado. Pelo menos estamos todos a torcer para que isso aconteça!
O jogo o jogo será transmitido em directo na RTP1 às 20:45h. A não perder.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner