quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Crise de números e de valores

Enquanto uns se banqueteiam e outros obtêm lucros astronómicos, há crianças que chegam à escola com fome. E isto passa-se aqui mesmo debaixo dos nossos narizes, segundo o director municipal do Desenvolvimento Humano e Social da autarquia de Coimbra. E é uma situação que se agrava a cada dia, garanto-vos que algo de muito grave se está a passar na sociedade portuguesa. Pela minha actividade profissional tenho vindo a assistir a cada vez mais casos de crianças mal nutridas, para não dizer esfomeadas, que nos chegam ao Hospital. Antes de ser médico sou um ser humano, que com o máximo de sensibilidade, tento resolver alguns desses problemas. A ética obriga-me a denunciar certos casos, mas muitos outros casos há que, não havendo maus tratos, desleixo dos tutores ou omissão dos deveres, mesmo assim as crianças não estão a receber tudo a que têm direito. São estas situações, que se perpetuam na nossa sociedade, e que já uma vez me fizeram abandonar o país. A experiência de viver em EUA antes, durante e após o 11 de Setembro foi fascinante, mas as razões familiares ditaram um regresso. Mas de facto é difícil de aqui viver, a impunidade a que os nossos responsáveis se habituaram é algo de difícil de acreditar. Já nem há pudor no momento de roubar os mais desfavorecidos, e agora mais do que nunca. Razão tem o meu amigo Bruyn Orkall, quando diz 'estou farto desta gentalha, o refugo de uma outrora desaparecida escória salazarenta'. Eu também Xavier, eu também...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Escreve aqui a tua opinião, seja ela qual for.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Procurar na Bancada de Imprensa

Pesquisa personalizada

Número total de visualizações de página

SiteMeter

FeedBurner FeedCount

Page Rank

Subscribe via email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner